Clube Nora Roberts

Por favor Entre ou registe-se.

Autor Tópico: Francisco Salgueiro  (Lida 808 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline isa_correia

  • Global Moderator
  • Bibliófilo
  • *****
  • Mensagens: 12.763
    • Ver Perfil
Francisco Salgueiro
« em: Maio 22, 2009, 17:50:34 pm »
Descobri este livro de um autor Português que me pareceu bastante interessante :wink:

A Praia da Saudade
A história de um amor proibido num país mergulhado na ditadura salazarista.

Portugal, 1964. Salazar proibia a Coca-Cola, a censura amordaçava escritores e a PIDE prendia inocentes. Beatriz e Rodrigo apaixonam-se. Ela, de educação católica e membro da Mocidade Portuguesa Feminina. Ele, um defensor da liberdade e crítico do regime. Em plena ditadura, havia apenas uma regra no que tocava às relações: não se apaixonar pela pessoa errada.
Quarenta e cinco anos mais tarde, o neto de Rodrigo abre um cofre fechado durante décadas e encontra as cartas de amor trocadas entre os dois. Descobre a história de uma paixão impossível, que tentou sobreviver às pressões sociais de um país mergulhado nas trevas do regime salazarista. A política de Salazar obrigou à separação dos dois amantes, mas nunca conseguiu matar o amor que os unia. Poderá ainda haver um final feliz, ou será tarde demais?
Entre o ambiente de Lisboa nos anos sessenta, a guerra em África e o retrato de uma sociedade governada pelo medo, o autor, com base numa história real, escreve um romance emocionante e comovente a que nenhum leitor ficará indiferente.
Jinhos e boas leituras
Isa

"A solidão não existe para o intelectual, para o homem que pensa e lê. Todos podem temê-la, menos ele o homem habituado a encontrar dentro de si o mundo."

Offline Fernanda

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 8.492
    • Ver Perfil
    • http://demasiadofiisparadesistir.blogspot.com/
Francisco Salgueiro
« Responder #1 em: Maio 22, 2009, 18:16:15 pm »
Eu conheço a mãe desse escritor, era guia da agencia onde eu trabalho. Ele é completamente destravado. O livro deve ser muito bom e retrata a nossa historia recente

Offline Fbeatriz

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 2.081
    • Ver Perfil
    • http://www.segredodoslivros.com/
Francisco Salgueiro
« Responder #2 em: Maio 22, 2009, 19:23:29 pm »
É da Oficina dos Livros não é? Já andei a namorá-lo, pareceu-me interessante.

Offline veruska

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 11.430
    • Ver Perfil
Francisco Salgueiro
« Responder #3 em: Maio 22, 2009, 21:52:06 pm »
Eu costumava ler umas crónicas que ele tinha na revista do Jn ou coisa assim. E agora escre na revista de telecabo sobre series novas e que valem ou não a pena.
Eu acho que ele tem outro livro que é "Amei-te em Copacabana"

Offline isa_correia

  • Global Moderator
  • Bibliófilo
  • *****
  • Mensagens: 12.763
    • Ver Perfil
Francisco Salgueiro
« Responder #4 em: Maio 22, 2009, 22:11:04 pm »
Citação de: "Fernanda"
Eu conheço a mãe desse escritor, era guia da agencia onde eu trabalho. Ele é completamente destravado. O livro deve ser muito bom e retrata a nossa historia recente


Sim e depois de ter lido o "Além Tejo" fiquei com uma curiosidade maior ainda sobre este tipo de romances... Sempre me fascinou esta epoca da historia e depois da agradavel surpresa com o outro livro...


Citação de: "FBeatriz"
É da Oficina dos Livros não é? Já andei a namorá-lo, pareceu-me interessante.


Sim é da Oficina do livro. Esta editora tem revelado bons autores portugueses :wink:
Jinhos e boas leituras
Isa

"A solidão não existe para o intelectual, para o homem que pensa e lê. Todos podem temê-la, menos ele o homem habituado a encontrar dentro de si o mundo."

Offline Pitucha

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 3.010
    • Ver Perfil
Francisco Salgueiro
« Responder #5 em: Agosto 03, 2009, 19:14:03 pm »
Eu desconhecia este autor, e ofereceram-me um livro dele, que ficou retido na prateleira, uns dois anos, ontem peguei nele, e só posso dizer, que é hilariante, rir a bom rir.
Leitura leve e bem divertida.
" Se amas algo, deixa-o livre. Se retornar, então, sempre será teu. Se nunca retornar, não era algo que valesse a pena começar. "   Velho dito popular

 

'SMF 2.0.2 | SMF © 2011, Simple Machines'
Based on imPulse2 design by BlocWeb