Clube Nora Roberts

Por favor Entre ou registe-se.

Autor Tópico: Ronlyn Domingue  (Lida 1107 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline isa_correia

  • Global Moderator
  • Bibliófilo
  • *****
  • Mensagens: 12.766
    • Ver Perfil
Ronlyn Domingue
« em: Abril 06, 2015, 15:06:12 pm »
A Paixão das Almas de Ronlyn Domingue

Imagens de sonho de um amor intemporal
Na Nova Orleães de 1920, a inteligente e destemida Raziela Nolan vive as emoções de um extraordinário caso amoroso quando morre subitamente num trágico acidente. Imediatamente após a sua morte escolhe ficar a meio caminho, num reino que existe para além da vida e antes do que quer que vem a seguir. Deste ponto de observação privilegiado, Razi narra a história do seu amor perdido, e da relação de Amy com Scott, um jovem casal cuja casa assombra setenta anos depois. As peripécias vividas pelos jovens levam Razi a deslindar lentamente o mistério do destino do seu primeiro e único amor, Andrew, e a confrontar-se com um segredo há muito escondido.
A Paixão das Almas entretece duas histórias de amor, trágicas e redentoras, culminando num final inesperado que deixará os leitores sem respiração. Da destemida e progressista Razi, que esconde panfletos ilegais de planeamento familiar nos livros da biblioteca, até à moderna Amy, desenhadora de sites na Internet, prestes a sucumbir ao desgosto, até Eugenia, apanhada a meio caminho desde a Guerra Civil Americana, as personagens deste primeiro romance são ambiciosas e originais, cheias de vida e de encanto Sulista.
A Paixão das Almas é um romance incrivelmente bem concebido que evoca o poder transformador do amor, da memória e do tempo.

Críticas de imprensa

"Cheio de imagens de sonho e de maravilhosas sensações humanas que as pessoas têm como garantidas mas que gostam de recordar, este é um daqueles romances que nos entra na alma."
 Library Journal (starred review)
"Uma riquíssima peça de tapeçaria de amores perdidos."
 Kirkus Reviews

"Uma emocionante e inesquecível história de amor que concilia os aspectos práticos e emocionais do casamento."
 Washignton Post

"Uma misteriosa união entre o amor e a morte. Simplesmente maravilhoso."
 Elle



Tenho este livro á alguns anos depois de o ter comprado num impulso... E depois nunca o tive vontade de ler... Entretanto ate já estava na pilha para vender/trocar... Felizmente combinei uma leitura conjunta com a Monika e descobri um livro fantástico e viciante!
No inicio achei um pouco estranho a constante alternância entre presente e passado, coisa que não costumo gostar. Mas a verdade é que rapidamente me habituei e não me fez qualquer confusão!
um livro que ensina que alguns amores são para sempre mas mais importante é viver e deixar o passado onde ele pertence! No passado. Caso contrario toda a nossa vida pode deixar de fazer sentido e não valerá a pena.
Jinhos e boas leituras
Isa

"A solidão não existe para o intelectual, para o homem que pensa e lê. Todos podem temê-la, menos ele o homem habituado a encontrar dentro de si o mundo."

Offline Nomika

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 3.748
    • Ver Perfil
Re: Ronlyn Domingue
« Responder #1 em: Abril 06, 2015, 20:37:23 pm »
Já acabaste, Isa?

Inicialmente os saltos no tempo estavam a fazer-me imensa confusão. Estava confusa com o local e tempo da acção, mas agora estou a entrar no ritmo. Só sinto falta do livro ter capítulos mais definidos, numerados.

Vou na página 130 e agora estou a engrenar na história.
 
Spoiler (click to show/hide)

Offline Nomika

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 3.748
    • Ver Perfil
Re: Ronlyn Domingue
« Responder #2 em: Abril 11, 2015, 14:43:19 pm »
E aqui fica a minha opinião deste livro:

Que livro tão surpreendente e arrebatador!

Ao acabá-lo fica a doce sensação de ter resolvido um mistério e de ter permitido que a Razi descansasse em paz, depois de todos aqueles anos. Este livro ensina-nos que não vale a pena esconder o passado numa caixa ou envelope e guardá-lo como se nunca tivesse existido. Sim, o passado existiu. Mas o futuro só o será quando conseguirmos resolver o nosso passado e aceitarmos verdadeiramente o que aquele nos poderá trazer. Um hino à vida e à capacidade que todos nós deveremos ter de nos encontrarmos connosco próprios, desemaranhar os nós e soltar as amarras que nos impedem de seguir em frente.

Parabéns à autora pela forma maravilhosa como conseguiu entretecer as várias pontas soltas da narrativa.

Offline isa_correia

  • Global Moderator
  • Bibliófilo
  • *****
  • Mensagens: 12.766
    • Ver Perfil
Re: Ronlyn Domingue
« Responder #3 em: Abril 13, 2015, 19:29:13 pm »
É realmente um livro surpreendente, e pensar que esteve anos na minha estante...

Tal como tu no final do livro fiquei com a sensação de que a Razi finalmente iria descansar em paz.
Quanto á ideia de que se algo nos faz sofrer no passado se o colocarmos fechado numa caixa e não pensarmos mais no assunto faz com que isso passe, neste livro assim como na vida se o fizermos apenas conseguimos que esse passado nos "amarre" mais ainda e nos prenda nas suas malhas! A única forma de seguirmos verdadeiramente com a nossa vida e de a aproveitar é aceitar o passado e o que nos acontece.
« Última modificação: Abril 13, 2015, 19:32:36 pm por isa_correia »
Jinhos e boas leituras
Isa

"A solidão não existe para o intelectual, para o homem que pensa e lê. Todos podem temê-la, menos ele o homem habituado a encontrar dentro de si o mundo."

Offline Nomika

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 3.748
    • Ver Perfil
Re: Ronlyn Domingue
« Responder #4 em: Abril 14, 2015, 00:05:07 am »
É realmente um livro surpreendente, e pensar que esteve anos na minha estante...

Tal como tu no final do livro fiquei com a sensação de que a Razi finalmente iria descansar em paz.
Quanto á ideia de que se algo nos faz sofrer no passado se o colocarmos fechado numa caixa e não pensarmos mais no assunto faz com que isso passe, neste livro assim como na vida se o fizermos apenas conseguimos que esse passado nos "amarre" mais ainda e nos prenda nas suas malhas! A única forma de seguirmos verdadeiramente com a nossa vida e de a aproveitar é aceitar o passado e o que nos acontece.

É mesmo, Isa. O passado pode ensinar-nos muito e devemos aprender com ele para não cometermos os mesmos erros. Simultaneamente não devemos ficar fixados ao que ficou cristalizado no tempo, porque isso não nos leva a lugar nenhum.

Offline isa_correia

  • Global Moderator
  • Bibliófilo
  • *****
  • Mensagens: 12.766
    • Ver Perfil
Re: Ronlyn Domingue
« Responder #5 em: Abril 17, 2015, 22:39:42 pm »
Ainda bem que combinamos esta leitura pois de outra forma o livro continuava na estante e não sei se algum dia lhe pegaria... E a verdade é que estaria a perder um livro fantástico.
Jinhos e boas leituras
Isa

"A solidão não existe para o intelectual, para o homem que pensa e lê. Todos podem temê-la, menos ele o homem habituado a encontrar dentro de si o mundo."

Offline Nomika

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 3.748
    • Ver Perfil
Re: Ronlyn Domingue
« Responder #6 em: Abril 18, 2015, 12:01:34 pm »
Ainda bem que combinamos esta leitura pois de outra forma o livro continuava na estante e não sei se algum dia lhe pegaria... E a verdade é que estaria a perder um livro fantástico.

Sem dúvida. Ainda bem! :D

 

'SMF 2.0.2 | SMF © 2011, Simple Machines'
Based on imPulse2 design by BlocWeb