Clube Nora Roberts

Por favor Entre ou registe-se.

Páginas: [1] 2 3 ... 10
 1 
 em: Junho 19, 2018, 15:40:53 pm 
Iniciado por Carla.s - Última mensagem por TaniaM
Tenho o último por ler ainda...

 2 
 em: Junho 19, 2018, 15:38:25 pm 
Iniciado por andreiamorgado - Última mensagem por TaniaM
Parece-me bem...

 3 
 em: Junho 19, 2018, 15:37:38 pm 
Iniciado por sonia.cristina - Última mensagem por TaniaM
Eu já li os dois e gostei bastante e devo dizer que gostei mais deste último do que o anterior!

 4 
 em: Junho 19, 2018, 15:37:05 pm 
Iniciado por Mafi - Última mensagem por TaniaM
Já li os três livros das Guerreiras Maxwell e gostei, mas ao mesmo tempo chega a ser irritante o constante gritar e aqueles encontros/desencontros entre os protagonistas lol
Parece que vão ficar bem e aparece algo para estragar o romance - além disso acho que os protagonistas, então as mulheres, são muito teimosos - nunca dão o braço a torcer....

Mas é giro porque estamos sempre a torcer por eles!

 5 
 em: Junho 19, 2018, 15:36:25 pm 
Iniciado por saracelorico21 - Última mensagem por TaniaM
Vou ver o filme só...

 6 
 em: Junho 19, 2018, 15:36:06 pm 
Iniciado por veruska - Última mensagem por TaniaM
Gostei tanto do outro! Quero!

 7 
 em: Junho 18, 2018, 09:02:58 am 
Iniciado por sonia.cristina - Última mensagem por sonia.cristina
Li Mulheres na Noite.

Que história tão triste e desmoralizante, pelo mundo da prostituição, violência e tráfico de mulheres. A sinopse já o prometia e, quando a li pela primeira vez, pensei que era melhor não ler, mas não consegui resistir a saber como era Louise Rick antes da trilogia que foi publicada anteriormente.

Tanto a nível de enredo policial como da vida pessoal de Louise e da sua amiga Camilla, que também teve muito protagonismo, não posso dizer que fiquei impressionada, ainda mais porque
Spoiler (click to show/hide)

 8 
 em: Junho 18, 2018, 08:57:14 am 
Iniciado por Ana - Última mensagem por sonia.cristina
Li o livro novo, A Minha Vida (Im)perfeita.


Tive tanta pena das situações embaraçosas em que Katie/Caz se metia, ou antes, em que os outros a metiam porque a rapariga até era certinha e ajuizada, só que tinha o sonho de viver em Londres, a fazer o que gosta e tinha vergonha de admitir aos outros as suas origens humildes. Mas nada disto é pecado, certo?

Depois ela tem de regressar à terra natal, no campo e, um dia, Demeter, a chefe do Inferno, aparece por lá... E o homem por quem Katie se está a apaixonar... Então Katie começa a perceber que as vidas dos outros não são assim tão perfeitas como parecem.

Eu gostei muito deste livro. Além de ser divertido é também emotivo na descoberta de como ser e estar, de se conhecer, de uma jovem mulher a iniciar a vida de trabalho e à procura dos seus sonhos.

O final foi muito giro,
Spoiler (click to show/hide)

A única coisa má são os brasileirismos. Que mania que a Quinta Essência apanhou de adotar, aparentemente, as traduções brasileiras e não alterar os verbos no gerúndio, palavras e expressões típicas brasileiras, nem sequer faltou o "alô", "Papai Noel", "brega", "enxergar" e "celular"! Não tem jeito nenhum, se eu quisesse ler em brasileiro, comprava uma edição brasileira!  >:(

 9 
 em: Junho 17, 2018, 09:12:01 am 
Iniciado por saracelorico21 - Última mensagem por Nhecas
Laços que perduram de Nicholas Sparks

 10 
 em: Junho 15, 2018, 21:23:29 pm 
Iniciado por andreiamorgado - Última mensagem por andreiamorgado



A história de uma obsessão erótica e amorosa no mundo da alta finança de Londres.

Lealdade
de Letizia Pezzali

Edição ou reimpressão: 06-2018
Editor: Dom Quixote
Idioma: Português
Dimensões: 158 x 233 x 18 mm
 Encadernação: Capa mole
Páginas: 264
Tipo de Produto: Livro

SINOPSE
O desejo é imprevisível. Explode, esboroa-se ou consolida-se seguindo trajetos caóticos, tal como os mercados financeiros. E, todavia, contém a nossa história. Esta é, pelo menos, a experiência de Giulia, uma mulher de trinta e dois anos que trabalha em Londres num banco de investimentos, um lugar assente em regras quase religiosas, onde ela se movimenta longe da felicidade mas sem mal-estar. O contexto em que vive é singular: muito dinheiro, pouquíssimo tempo livre e relações que, excetuando o sexo, visam sobretudo a manutenção da reputação.

Em tempos, era também nesse mundo que fazia a sua vida Michele, um homem casado e mais velho com quem Giulia teve uma relação obsessiva quando era ainda uma jovem estudante de Economia. Numa manhã especial, de coloração exasperada e incerta, o atual chefe de Giulia refere-se a Michele numa conversa que tem com ela.

O efeito é o de uma caixa de Pandora que se abre. de uma maneira compulsiva, Giulia dá por si a retomar um caso que considerava enterrado, a interpelar-se sobre a dimensão emocional que, para lá das diferenças, das gerações e dos costumes, nos diz respeito a todos como seres humanos.


Páginas: [1] 2 3 ... 10
'SMF 2.0.2 | SMF © 2011, Simple Machines'
Based on imPulse2 design by BlocWeb